AS ENERGIAS DO 1º MÊS NISSAN (ÁRIES)


Medite na letra do mês visualizando da direita para a esquerda. <<

Este é o 1° de todos os meses, chamado de Rosh Kodashin. É o começo da primavera, quando começam a germinar os vegetais e tudo começa a produzir nova vida e riqueza. É a oportunidade para a humanidade saltar para fora de qualquer situação ou condição em que nos encontramos escravos. Nissan vem de Nitzan (flor-florecência) ​ Energia cósmica do mês (astrológica): Possui a energia de áries (carneiro). Para os Egípcios, o carneiro era um deus, eles o idolatravam, simbolizava a fartura. Logo no mês de março-abril somos abençoados com esta fartura, que vem de D´us, da fonte e não do carneiro. Na cultura judaica é o mês do sacrifício pascal (Korban Pessach), - sacrificio do carneiro. Estando ligada a destruição da idolatria. O uso da Matza(pão sem fermento) é um substituto do Carneiro. Carneiro: em hebraico é tale. ​ Cordeiro = ashtarot = osher = riqueza. Este mês é onde flui a riqueza para todo o ano. E tudo depende de como tu te comporta, pois a energia está ai, chegando até nós. O carneiro-cordeiro é um animal dócil, foi utilizado para manter o poder dos Egípcios e dos faraós, pois este animal possui um grande desejo de receber só para si. (serve para Satã manter a fragmentação). É interessante aprender a dominar aquilo que nos domina!! Este é o mês de vencer o MEDO! A Matza ensina isso, ela é o pão mais simples que existe – simboliza a humildade. Pessach (páscoa- que acontece na lua cheia) ensina sobre liberdade e liderança. Ë neste mês que mostramos estar sob o jugo de D'us. ​

Subjugamos o lado animal, é um ótimo período para entrarmos dentro de nós e trabalhar com este lado, através da sefira haOmer ( ritual de contagem e meditação de 49 dias). Objetivo é transformar nosso lado animal-emocional em algo mais elevado. Nota-se que até a festa de shavuot (50 dias do Pessach) passamos por dois animais – carneiro e touro. Mês de libertação nova identidade, novas leis e formas de ser, o contato com nosso erros e com aquilo que ficou do passado.


PORTAIS: PESSACH – CONTAGEM DO OMER

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo