5783 - Rosh HaShaná

Um novo ciclo está vindo e temos etapas para realizar no nosso caminho para acordar, renascer, entrar num novo ciclo sem cometer os mesmos erros dos outros ciclos, retirando as marcas, os padrões, as cascas que impedem de sermos felizes.


Estas etapas compreendem:


Entender por que estamos comemorando e iniciando um novo ciclo no 7° mês, no mês de Libra.

Entender o verdadeiro significado de Rosh Hashana.

Entender a dinâmica do calendário, as etapas da construção de uma nova vida (vasilha) através da de cada Ritual e das festas do ciclo do 7° mês (mês de Tishrei).


Fazer as conexões nos dias corretos.


DATAS:


25 de setembro às 19h - Inicio do Ano Novo 5783


Conexões através de meditações, orações e alimentos.

Bênçãos vela, vinho, pão e alimentos especiais.

Conexões com as energias do mês de Tishrei



Lembrando que para nós Rosh Hashana é uma data espiritual!

Onde nos igualamos ao cosmos, que vive uma renovação.


Início da caminhada de 10 dias de Teshuva (retorno e arrependimento) – meditações dos 10 dias.

Chamadas de Iamin Noraim (dias temíveis) – acompanhe via telegram


Dia 26 aula especial de Meditação ( 2° dia) às 18hs – aula aberta

Ligação e conexão com a Matriarca Sara



Do dia 26 à 30 – Orações da Manhã (às 8h30)

29 de Setembro – Jantar especial de Rosh haShana – informe-se valores

Do dia 3 a 4 – Orações da Manhã (às 8h30)


Dia 04 – inicio do Yom Kippur (dia do Perdão)

Dia 05 – dia do Perdão

Conexões através de jejum, meditações e orações.

Conexões com Yehuda Halevi Ashlag

Rab Akiva


Dia 10 de outubro - Sucot (Festa das cabanas)

Dia 10 – conexões com o Patriarca Jacó ( aula de meditação – paga)

Dia 13 – conexão com o Rav Nachman de Breslev

Dia 14 – Conexão com Gaon de Vilna

Dia 15 – início da leitura da Torá - Bereshit

Dia 16 – Hoshana Hana

Dia 17 - Shemini Atseret

Dia 17- Simchá Torá

Dia 21 – Shabat Bereshit


Por que comemoramos o ano novo no sétimo mês do calendário?

O primeiro mês é conhecido como Nissan, mês que relembramos a saída do povo do Egito (pessach/páscoa), em Nissan nos libertamos de nosso Egito, parte de nossa alma experimenta o mesmo gozo da saída do Egito, consegue se desamarrar de escravaturas "quase” eternas. É como um nascer, sair do Útero, do carregar pedra para os outros e começar a fazer sua verdadeira função, ser você mesmo - o caminho para a revelação do individuo.

Mas para isto são necessários 6 meses para reconstruir uma personalidade, um EU forte, que já se desvencilhou das lembranças e apegos do passado (que já largou a saia da mãe). Bem agora podemos entrar no sétimo mês e buscar um novo estágio de vida - casar com D'us, pois este é o mês que retornamos para D'us. Só seremos completos quando encontrarmos a outra parte que nos falta. Bem mas precisamos saber desta falta, e esta falta é conhecida no mês de Elul (virgem - sexto mês).

Os 6 meses anteriores foram de preparação para nos ligar em algo, quando chegamos no sétimo (7) podemos (devemos) fazer uma renovação total, um contato com 5 partes (5 festas deste mês), que são 5 estágios do desabrochar de cada um (como uma planta).

7 se refere ao Shabat, 7 é considerado o numero mais significativo da Kabbalah. Ele representa o mundo natural, este em que vivemos, na qual neste dia , ou neste numero D'us parou, repousa, a natureza para, pois precisa receber uma nova semente, para fazer um novo ciclo (em uma oitava maior). A parada é um espaço que se abre para que o outro possa se revelar, lembre o sétimo mês é regido por Libra (a balança, o casamento, o outro).

7 = 1. O 7 é a unidade, o casamento da semente com a terra (quem é a semente? quem é a terra?).

Segundo o Zohar o dia em que devemos estabelecer uma ligação sexual e buscar o gozo é no Shabat (7), a meia noite!!!

É neste mês que buscamos este gozo, através da união mas intima com a Shechiná, é quando temos a oportunidade de nos renovar (começar) fazer um novo caminho, nos separar do "esposo (a)" errado (a) (= Satan) para casarmos com o certo (Luz = Divino).

É no 7 que renovamos a nós mesmos, desfazemos o mal, a fragmentação (por isto o dia de perdão e expiação).

O sétimo mês na astrologia é regido pelo signo de Libra = casamento, relacionamentos. É através do contato com o outro que podemos nos descobrir, desfazer a fragmentação, criando um espaço vazio dentro de nós, podemos receber D'us (o outro (a)) .

Enquanto no primeiro mês (áries) nos dá o impulso, em libra encontramos o equilíbrio (balança), onde o outro nos dá os limites e mede o espaço/tempo e movimento.

A Tora não possui fundamento sem este sétimo mês, dia..... sem o outro.

Este casamento, este outro, também corresponde à outra parte que existe em nós... precisamos acima de tudo aprender a casar consigo mesmo....que nada mais do que colocar verdadeiramente D´us em nosso coração.

Libra é Moznaim, tem relação com orelha/ouvido = oznaim, recebemos D´us quando o escutamos... por isto a Torá fala-nos em “ouvir estas palavras..." as palavras de D´us. Interessante que libra é um signo de AR, o ar também é o espírito, a alma.

Fomos corpóreos até então, agora iniciamos a jornada da alma, do plano mais elevado.


O que é Rosh Hashana

Veja no site:

https://www.escoladekabbalah.com/post/rosh-hashan%C3%A1



Conexões do 7° mês – as meditações que vamos fazer diariamente

Veja no site:

www.escoladekabbalah.com


Conexões na noite de ano Novo – lembrando que a comemoração se dá na 1° noite ( sob a energia de Guevura e na segunda noite – dia 3 sob a energia de Chessed.

Veja no site as orações da noite de Rosh Hashana:



Leitura Especial de Rosh hashana da Torá (Bíblia)

Leitura da Torá ( primeiro dia): Gen. 21.1-34, Num. 29.1-6.

Leitura da Torá (segundo dia): Gen. 22.1-24, Num. 29.1-6.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo