CONEXÕES SÃO PORTAIS CELESTES

QUE NOS TRAZEM OPORTUNIDADE DE CRESCIMENTO COM 

FERRAMENTAS DE PROTEÇÃO E QUE PERMITEM A NOSSA EVOLUÇÃO

PORTAL ESPIRITUAL DE PESSACH

A Páscoa, Pessach, significa passagem, ela é o auge de um marco astral de transformação, morte e renascimento, sob o sol em Áries, recebemos a luz da motivação, do entusiasmo e da ação, enquanto a lua, no seu auge de luz (lua cheia), ilumina nossa consciência e nosso caminho. Toda esta energia cósmica aparece para promover a nossa saída do Egito e a busca da Terra Prometida.

A palavra Egito é um código e tem muitos significados, em hebraico Mitzraim ( Egito)  tem a mesma raiz de aperto, local comprimido, por isto este Egito pode ser a nossa falta de identificação consigo mesmos, as angustias, medos, culpas, enfim... tudo que te aperta, comprime.

Pessach, também significa “saltar sobre”, como o anjo da morte fez nas casas dos hebreus, na última praga, a morte dos Primogênitos. Pessach é Pê, Boca em hebraico e Saar é uma raiz ligada ao impulso, a desordem, caos e uma nova direção. Ela é a libertação daqueles que aprendem a se expressar.

O portal de conexão com a Liberdade começa com processos de purificação e limpeza das casas e de si mesmos das impurezas, considerada todos os alimentos que fermentam. No dia da Lua cheia o SEDER (ordem) da Páscoa, que nada mais é do que um ritual, um rito de passagem, que realiza-se nas casas judaicas na noite de lua cheia é a chave da libertação.

Saímos da escravidão quando enxergamos que há outra realidade além desta, finita e irreal. A partir dai, alguns acontecimentos mudam nosso rumo, passamos pelo Mar Vermelho, que se abre, deixando ver o outro lado, e quando se fecha, não se pode mais voltar para trás, pois nos comprometemos com os novos planos. 

Ao terminar o Seder (ordem) suplicamos a D'us que consigamos levar as nossas almas a mensagem de liberdade que aparece em cada palavra sua e ato. Que esta mensagem nos inspire para quebrar nossas cadeias, prisões e escravaturas de intolerância, egoísmo e ódio.

A partir do segundo dia do Pessach iniciamos uma caminhada, chamada Contagem do Omer.... serão 7 semanas, onde cada dia destas 7 semanas (7x7=49).

Somente quando se está livre, autoconfiante e independente é que poderemos nos sentir completos, como um povo, isto é a crença na unidade - o monoteísmo. Pessach é uma das três principais festas ou acontecimentos da história de um povo místico, ligado às forças superiores, a luz divina, pois nos remete a construção de um povo e uma identidade, além da busca de uma terra própria e maravilhosa, onde se pode viver em paz.

SEDER DE PESSACH 

O Seder é um ritual que cria cabos de conexão com uma força espiritual criada à muitos anos atrás. Através dele estamos construindo uma arma muito forte contra o mal. 

Tudo inicia com o prato do SEDER a KEARÁ, que é um micro cosmos do mundo físico e espiritual. 

Dentro dele estarão os 10 itens que fazem parte do ritual que correspondem as dez sefirot. 

“Cada componente do prato do Seder constitui uma ferramenta específica e um instrumento, que nos permitem manipular essas 10 forças espirituais” Berg. 

É preciso criar uma corrente espiritual que produzirá uma grande força contra o satã, o mal que nos detém. Lembre-se de que o Satã não possui absolutamente poder próprio.  Ele obtém toda a sua Luz do nosso comportamento reativo.  O Satã tem que se alimentar e nutrir como nós.  

 

Saiba mais através dos Rituais na Escola de Kabbalah

SOBRE NÓS

Kabbalah é uma linha filosófica espiritual que irá transformar completamente a sua vida.

LOCALIZAÇÃO

51 3388-7799 | 51 99979.4345

Porto Alegre RS

contato@escoladekabbalah.com 

CONECTE-SE