Tudo tem um propósito maior, pois para a kabbalah existe um desejo maior, vindo do Ein Sof ( Nada Absoluto). O Criador escreve e coloca cada planeta no seu lugar para que possamos, junto com ele, cumprir nossa Missão.

NA VIDA NADA É POR ACASO

O 10° mês traz as energias de capricórnio. A Luz de D´us passa por um filtro mais contido, normalmente falamos que neste período não há revelação da Presença Divina, a Shechinah, a parte Divina que está conosco, nos protege e nutre a cada ser com as bênçãos que vem de cima, logo quando a luz chega ficamos mais “mexidos”, irritados, reativos, o que chamamos - Estado de katnut.

 

É um mês de conotação mais negativa, por isto falamos em canalizar a energia, através de meditações para transformar o poder imenso desta força. A Energia cósmica é de GEDI, em hebraica significa Cabra/Bode, também significa  a Raiva, esta é a raiva que podemos transformar com esforço e o trabalho, de capricórnio, em algo bom, pois com a palavra Tevet, escrevemos a palavra Tov, bom.

 

A Cabra possui o poder de saltar as adversidades, transformando tudo que está negativo em positivo. Dizem os sábios “É preciso aprender a saltar como uma cabra para retificar e adocicar a raiva oculta da alma.”  É aqui que vamos concretizar as energias que tiveram inicio no mês anterior, Kislev (Sagitário), principalmente na festa de Chanuká.  As Luzes que agora colocaremos em prática.

 

 

Mas capricórnio não significa materialismo sem espiritualidade, ao contrário, seu lado místico é profundo e muito sério, pois precisa de algo que realmente transforme o mundo. O Planeta regente deste ciclo é Saturno, SHABATAI, que possui a mesma raiz de Shabat, possuindo as energias da inércia, do descanso, da terra e do pó.

 

O órgão do mês é a Visão, segundo o livro Sefer Yetzirah, – é preciso ver seus objetivos (ain), sua ambição, alem do Riso e da mão esquerda.

A tribo que age neste período é DAN, que representa o estado de imaturidade da alma, que cresce no mês de Tevet e necessita passar por um processo de julgamento, DAN é DIN (julgamento), comparado a uma serpente que morde com veneno de raiva. Para a Kabbalah D´us se utiliza das letras hebraicas para criar as vibrações da constelação de Capricórnio (AIN-70) e de Saturno (BET –2).

 

A letra Ain refere-se ao OLHO, que é aquele que desvia, faz parte dos pecados do homem, neste mês retificamos o nosso olhar. Transformando em Olho bom, que é a fonte de poder e benção.

 

“O olho agradável abençoa” – é um olhar a luz,

O Olho mal traz ódio e destruição e raiva.

 

BET, AIN corresponde ao numero 72, refere-se aos 72 Nomes de D´us que serão os instrumentos para corrigirmos os nossos olhos.

Medite nas letras, olhando da direita para a esquerda.

 

Acompanhe na Escola de Kabbalah as meditações, conexões e orações do início do mês, assim como o uso de outras chaves espirituais deste mês, para aproveitar estas energias a seu favor.

10° CICLO LUNAR I ENERGIAS DE TEVET 

SOBRE NÓS

Kabbalah é uma linha filosófica espiritual que irá transformar completamente a sua vida.

LOCALIZAÇÃO

51 3388-7799 | 51 99979.4345

Porto Alegre RS

contato@escoladekabbalah.com 

CONECTE-SE